NOTÍCIAS
ONDE COMEÇA E ONDE TERMINA
Experimento coreográfico questiona os limites sociais
2 anos atrás
por Mediação Cultural
foto: Patricia Almeida

Onde começa um processo de criação? 

 

O dançarino, coreógrafo, educador e gestor Matias Santiago começou pelo pertencimento. Propôs aos integrantes do núcleo da Península de Itapagipe a construção de um ambiente para o desenvolvimento de práticas de colaboração entre crianças, jovens e adultos. Uma experiência radical de convivência democrática que, independente de onde começa e onde termina, foi inteiramente construída no coletivo.

 

Onde começa, onde termina

 

Quem foi que disse onde acaba uma coisa e onde começa outra? Onde começa e onde termina a sua rua? O seu bairro? Sua cidade? Sua dança? Quem criou estes limites? Este experimento coreográfico, através da linguagem da dança, vem questionar os limites territoriais, políticos, sociais e econômicos criados pelo homem, pelo mundo e por nós mesmos em nossos núcleos de convivência, propondo cenas criadas a partir da colaboração e da criação coletiva, num exercício de compartilhamento, escuta e conflito.

 

Artista Colaborador: Matias Santiago

Concepção e trilha sonora: Criação coletiva

Figurino: criação coletiva a partir do acervo do Centro de formação em Artes.

Iluminação: Marcos Vinicius / Fernanda Paquelet

 

Intérpretes-criadores: Adriele Lima, Aila Souza de Assis, Alana Camila, Alana Isabele de Brito,Ana Maria de Carvalho, Camila Oliveira, Carlos Santos, Cristiane Maria, Deivisson Costa, Eduardo Soares, Endimaro S., Gabriel Oliveira, Isabelle Santos, Jacilene dos Santos, Jandayra Bomfim, Jenifer S. de Jesus, Julia Santana, Larissa Oliveira, Marcos Vinicius, Mayara Silva, Silas M. Santos, Silvania Reis, Tainan Santos, Uadson Santana, Vitoria Gomes, Vitoria Maria Gomes e Yasmim Victória.

VOLTAR PRA A LISTA
REALIZAÇÃO
COORDENAÇÃO
APOIO
PATROCÍNIO